Os Usos Literários do Espaço de Alta Dimensão

Apresentação da síntese do artigo “The literary uses of high-dimensional space” de Ted Underwood ao grupo de estudos na reunião do dia 07/10/2016.

O artigo traz uma reflexão inicial sobre como as humanidades enxergam o Big Data (Espaço de Alta Dimensão) de maneira equivocada, ao temer e conservar certa aversão ao tema. Assim o autor apresenta as novas possibilidades e o surgimento de variadas metodologias.

É apresentado uma breve explanação sobre metodologias não supervisionadas e supervisionadas de processamento e interpretação de dados, e como a flexibilidade do pesquisador muda em cada um dos modelos.

O autor ainda aplica um método de análise preditivo supervisionado para identificar em conjuntos de volumes de poesia, de quase um século, quais foram revisados e quais foram ignorados, chegando a conclusão de que são necessárias mais variáveis para completar um raciocínio causal, mas de que a aplicação do modelo preditivo em si já é de suma importância da área de história literária.

Anúncios

Apresentação do Seminário no Grupo de Estudos de Métodos Digitais sobre o artigo Ontologies, methodologies, and new uses of Big Data in the social and cultural sciences

Em nosso grupo de estudos, que tem se reunido todas as sextas-feiras das 14:00 às 17:00 no MediaLab da UFG, temos feito um estudo sistemático de um conjunto de artigos que têm por objetivo contextualizar o significam os métodos digitais, que abordagem teórica é necessária para entendermos nosso objeto de pesquisa e como devemos lidar com ele.

Para isso, escolhemos seguir sistematicamente em leituras e discussões o número especial da revista Big Data & Society (que é uma revista muito interessante e faz uma interface entre a computação e as ciências sociais na análise do fenômeno big data) chamado Assumptions of Sociality: A Colloquium of Social and Cultural Scientists. O número traz um conjunto bastante interessante de artigos que procuram situar as premissas de sociabilidade desse tipo de estudo, exatamente o que estamos procurando desenvolver em nossas pesquisa no ano de 2016.

Segue abaixo a primeira apresentação do artigo Ontologies, methodologies, and new uses of Big Data in the social and cultural sciences, que apresenta o número especial e faz algumas colocações introdutórias fundamentais para nosso estudo.